O começo do que estar por vir

Se eu disse que 2010 foi ano de mudanças, o que eu posso falar de Janeiro de 2011?

Um mês se passou e muita coisa aconteceu. O Senhor abriu as comportas da represa e me abençoou grandemente (além do que já abençoa e cuida todos os dias) de uma vez só.

O que eu passei de nervoso e ansiedade nos dois últimos meses de 2010, eu passei em dupla proporção de alegria nesse mês.

"Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; 
e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; 
por isso na sua terra possuirão o dobro, 
e terão perpétua alegria."  Isaías 61:7



O sentimento de dever cumprido, o renovo da esperança, a confiança restaurada de que o Senhor será fiel a Sua promessa. 

Alguém me disse que tudo ficaria bem, mas não achei que fosse tão bem assim.

Eu disse em outro post que "[...] mudanças são necessárias e mudanças são bem-vindas. E mudanças vão acontecer." E elas já começaram.

Recebi um ótimo presente do Pai, que eu pretendo levar comigo enquanto eu viver. Afinal, não é todo dia que você encontra alguém que aceita te suportar do jeito que você é (e olha que estamos falando de mim, hein?!), que vai lutar ao seu lado e enfrentar as dificuldades da vida com você. E que tem objetivos de vida como os seus, por exemplo: "deixa o futuro para lá".  Então, eu só agradeço a Deus e peço que Ele seja conosco sempre. Porque Ele será. 

Minhas verdadeiras amizades estão se fortalecendo. E que isso seja progressivo. (O que o pensamento de perder não faz?!)

As portas se abriram. As aulas na universidade vão começar logo. (A minha querida chefinha, Thaísa, começou a vida universitária hoje. Eu desejo tudo de melhor para ela.)
Oportunidades vão aparecer. E para muitas eu terei que dizer "não". E para outras "sim". Só quero que seja o Senhor a decidir onde eu devo colocar meus pés.
Não vai ser fácil mudar de estado, de cidade, de casa, de colegas, de rotina, de professores, de tudo mais. Mas é bom. Novidades dão mais vida a existência.

Quando o sufoco vier, eu sei a Quem recorrer. E Ele simplesmente dirá: "   Sossegai, sossegai" .  E também vi, nos últimos dias mais do que nunca, como é bom viver em Igreja, com nossos irmãos em Cristo, gente que se compadece de nossas derrotas e comemora (com abraços fortes e sorrisos verdadeiros) as nossas vitórias. "Chorar com os que choram e se alegrar com os que se alegram". 

Depois de toda essa batalha eu tive minha vitória. Descansei. Festejei. 

Logo mais, coloco minha armadura novamente, estarei de pé e mais forte. Vou estar preparada para sangrar de novo quando necessário, para chorar, gemer e clamar pelo do Senhor dos Exércitos.

Por enquanto quero aproveitar os últimos dias de férias. Só isso. Sorrindo sem uma razão concreta. Chorando de tanta felicidade e gratidão.

Só posso dizer que vale a pena andar no caminho apertado em direção à porta estreita. (Mateus 7.14) Vale a pena esperar no Senhor, estar diante da vontade dEle, se entregar aos Seus cuidados, O servir, O seguir, O adorar, se perder em Seus olhos, ser guiado por Sua mão e se embriagar em Seu amor. Vale a pena! Se eu estou exultando com essas meras vitórias da Terra, imagina no dia que estarei além do rio azul, reunidos com meus irmãos diante do trono do Soberano Deus. O Grandioso que se entregou por mim.

 "Meu irmão, Deus é bom." É bom demais. 







Por Lorrane Firmino - com o coração transbordando de gratidão

3 000000 de Pessoas Comentaram:

Srta. Bibliófila disse...

Deus é fiel.

Boa sorte na faculdade para ambas as donas do SpaçAberto.

thaísa disse...

que lindo :)

Anônimo disse...

Aqueles que estão dispostos à felicidade não encontrarão caminho fácil. Mas o melhor de tudo é o fim. E que em suas vidas sejam "fins". Nunca parem de "crescer". Adquiram experiência na vida, lutem o bom combate, mas sempre lembrem-se de guardar a fé. :)

Postar um comentário

Não poupe seu teclado, comente e seja feliz :D