Recesso

Olá.

Como notaram (ou não, porque acho que ninguém vem mais aqui) não temos postado com frequência.
A faculdade está consumindo muito tempo e não consigo conciliar :/
Bom, tem Lorrane. Mas ela simplesmente abandonou u_u

Voltaremos assim que der com mais posts e prometo responder os comentários pendentes.

Orem por nós. Graça a paz.

Lutando sozinha contra a pornografia


"Quando o mundo inteiro lhe der as costas, Ele estará lá, porque Ele é, foi e sempre será. Ele ama você."

Tenho dezoito anos, uma personalidade independente e às vezes tímida. Cresci durante toda a minha vida na igreja; quando o recém formado grupo de louvor me chamou para tocar bateria, senti que finalmente havia encontrado meu lugar lá. Tudo parecia estar bem comigo, mas me sentia vazia.
Mais tarde, no ensino médio, meu vazio aumentou e com ele minha curiosidade de encontrar alguma coisa que me satisfizesse. A principio me voltei para coisas pequenas como roubar cigarros do meu detestável tio, mas isso não era suficientemente forte para preencher aquele vazio. Eu não iria desistir tão fácil. Eu sou a Jennifer, forte como aço e vou conseguir aquilo que eu quero! Como uma “nerd” da informática, consegui ter acesso a várias coisas que as pessoas normais não tinham nem idéia. Descobri o que queria. Consegui o que queria. PORNOGRAFIA!
Antes mesmo que percebesse, estava viciada. Essa doença não foi, na minha vida, um substituto para o sexo. Eu era, na verdade, e ainda sou virgem. Isso era algo apenas para me preencher. Quando estava triste, ou tinha tido um dia ruim, podia simplesmente ir até o meu quarto, fechar a porta e me sentir bem novamente. Era de graça, inofensivo, e ninguém ficava sabendo. Mas toda vez que estava na internet, aquilo que eu buscava para me satisfazer, já não me satisfazia mais. Como um viciado em drogas, procurando dia após dia por drogas mais fortes, eu procurava cada vez mais por fontes mais fortes de satisfação. Isso nunca tinha fim até que Deus entrou em cena.
Eu não sei exatamente quando, por que ou como (a não ser, através da intervenção necessária de Deus), mas, um dia, percebi como minha vida estava devastada. Meu pai fumava e tinha parado DE VEZ. Sem adesivos e sem diminuição, ele apenas parou. Então percebi que era isso o que precisava fazer. Eu percebi que Deus era a única maneira de curar meu vazio. Então, apaguei TUDO do meu computador. Todos os sites, os vídeos, as senhas, tudo aquilo que pudesse me conduzir de volta ao lugar onde me tornei uma pessoa horrível. Uma curiosidade ingênua rapidamente tinha se tornado um vício.
Logo depois fui a um retiro cristão. Estava empolgada, mas não esperava o impacto que isso teria em mim. Naquele fim de semana, dediquei minha vida novamente a Jesus Cristo, dizendo a Deus: “Eu quero viver totalmente e completamente para Ti. Eu quero ser uma nova criação (2 Co 5:17), transformada pelo amor que você tem me mostrado. Eu sei que cometi vários erros e até os meus acertos não são dignos de Ti (Isaias 64:6)”. Mas também sei que Deus nos salvou por Sua misericórdia, não pelas coisas que tínhamos feito (Tito 3:4-5). Então, daquele dia em diante, resolvi fazer um compromisso com Deus dizendo que aquilo que Ele pensa é mais importante do que o que eu e o mundo pensamos e tudo o que fizer agora será para Sua glória, coisas que Ele quiser que eu faça.
O amor que senti no retiro foi o que me fez superar. Eu sabia que Deus me amava… Mas tanto assim? Estava rodeada por pessoas que eu não conhecia e elas estavam orando, intercedendo e pedindo por mim, me dando conselhos e expressando o amor que sentiam por mim. Mas por que pessoas completamente desconhecidas estavam demonstrando amor por mim? A Bíblia diz: “Nós amamos porque ele nos amou primeiro” (1 João 4:19). Eles me amavam por sentirem o amor que Deus tinha por eles. E agora que sinto o amor de Deus, quero dividi-lo também com o mundo! Além do amor, experimentei cantar musicas de adoração como nunca antes. Voltei aos meus velhos amigos cristãos e fiz novos amigos. Depois daquele fim de semana era visível a expressão de Jesus em meu rosto e em meus atos. Todos os dias, encontrava uma nova razão para louvar a Deus… Não havia um resquício sequer do vazio que eu sentia antes. Não havia mais raiva, solidão, tristeza ou medo. O Salmo 119:62 diz: “À meia-noite me levanto para dar-te graças pelas tuas justas ordenanças”.
É isso que eu sinto agora. Querendo levantar-me à meia-noite para louvar e adorar ao Senhor pelo que Ele fez por mim e pelos meus amigos. Você nunca é muito novo ou velho para mudar por causa do Senhor: “Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza” (1 Tm 4:12).
Hoje! Hoje, entregue-se total e completamente a Deus. Você não tem nada a perder e a vida eterna a ganhar. Paulo disse: “mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 6:23). Aceite essa oferta e corra, corra para Deus, porque você é e sempre será dEle. Quando o mundo inteiro lhe der as costas, Ele estará lá, porque Ele é, foi e sempre será. Ele ama você.

Fonte: Jennifer M. em Sua Escola.

Ponha os pés na bacia

Qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus. (Mateus 10:32)


Não é fácil ver Jesus lavar estes pés.
Ver as mãos de Deus massageando os dedos dos pés dos homens não é certo. Eram os discípulos que deveriam lavar os pés de Jesus. Natanael deveria derramar a água. André deveria levar a toalha. Mas não o fizeram. Ninguém o faz. Em vez de servirem, eles discutem sobre qual deles é o maior (Lucas 22:24).
Enquanto disputam, Jesus se levanta. Tira sua túnica e tira da parede a capa do servo.  Pegando o jarro, ele derrama a água na bacia. Ajoelha-se diante deles com a bacia e uma esponja nas mãos e começa a lavar os pés. A toalha que cobre sua cintura é também a toalha que seca os pés deles.
Não é certo.
Não basta saber que estas mãos serão trespassadas pela manhã? A sujeira deve ser limpa nesta noite. E os discípulos... eles merecem ter os pés lavados?
Olhe em volta da mesa, Jesus. Dos doze, quantos irão ficar com você no pátio de Pilatos? Quantos irão compartilhar com você os açoites dos romanos? Quando você cair sob o peso da cruz, qual dos discípulos estará por perto, ao seu lado, para carregar seu fardo?
Nenhum deles.

Mas a limpeza não é apenas um gesto; é uma necessidade. Veja o que Jesus disse: "Se eu te não lavar, não tens parte comigo" (João 13:8).
Nunca estaremos limpos até confessarmos que estamos sujos. E nunca podermos lavar os pés daqueles que nos feriram até que deixemos Jesus, aquele a quem ferimos, lavar os nossos.


De 3:16, Max Lucado, pp. 159-160.

Homofobia: Se ódio é o problema, posso discordar em amor?



A Universidade Presbiteriana Mackenzie vem recebendo ataques e críticas por um texto alegadamente “homofóbico” veiculado em seu site desde 2007. Nós, de várias denominações cristãs, vimos prestar solidariedade à instituição. Nós nos levantamos contra o uso indiscriminado do termo “homofobia”, que pretende aplicar-se tanto a assassinos, agressores e discriminadores de homossexuais quanto a líderes religiosos cristãos que, à luz da Escritura Sagrada, consideram a homossexualidade um pecado. Ora, nossa liberdade de consciência e de expressão não nos pode ser negada, nem confundida com violência. Consideramos que mencionar pecados para chamar os homens a um arrependimento voluntário é parte integrante do anúncio do Evangelho de Jesus Cristo. Nenhum discurso de ódio pode se calcar na pregação do amor e da graça de Deus. Como cristãos, temos o mandato bíblico de oferecer o Evangelho da salvação a todas as pessoas. Jesus Cristo morreu para salvar e reconciliar o ser humano com Deus. Cremos, de acordo com as Escrituras, que “todos pecaram e carecem da glória de Deus” (Romanos 3.23). Somos pecadores, todos nós. Não existe uma divisão entre “pecadores” e “não-pecadores”. A Bíblia apresenta longas listas de pecado e informa que sem o perdão de Deus o homem está perdido e condenado. Sabemos que são pecado: “prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, contendas, rivalidades, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias” (Gálatas 5.19). Em sua interpretação tradicional e histórica, as Escrituras judaico-cristãs tratam da conduta homossexual como um pecado, como demonstram os textos de Levítico 18.22, 1Coríntios 6.9-10, Romanos 1.18-32, entre outros. Se queremos o arrependimento e a conversão do perdido, precisamos nomear também esse pecado. Não desejamos mudança de comportamento por força de lei, mas sim, a conversão do coração. E a conversão do coração não passa por pressão externa, mas pela ação graciosa e persuasiva do Espírito Santo de Deus, que, como ensinou o Senhor Jesus Cristo, convence “do pecado, da justiça e do juízo” (João 16.8). Queremos assim nos certificar de que a eventual aprovação de leis chamadas anti-homofobia não nos impedirá de estender esse convite livremente a todos, um convite que também pode ser recusado. Não somos a favor de nenhum tipo de lei que proíba a conduta homossexual; da mesma forma, somos contrários a qualquer lei que atente contra um princípio caro à sociedade brasileira: a liberdade de consciência. A Constituição Federal (artigo 5º) assegura que “todos são iguais perante a lei”, “estipula ser inviolável a liberdade de consciência e de crença” e “estipula que ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política”. Também nos opomos a qualquer força exterior – intimidação, ameaças, agressões verbais e físicas – que vise à mudança de mentalidades. Não aceitamos que a criminalização da opinião seja um instrumento válido para transformações sociais, pois, além de inconstitucional, fomenta uma indesejável onda de autoritarismo, ferindo as bases da democracia. Assim como não buscamos reprimir a conduta homossexual por esses meios coercivos, não queremos que os mesmos meios sejam utilizados para que deixemos de pregar o que cremos. Queremos manter nossa liberdade de anunciar o arrependimento e o perdão de Deus publicamente. Queremos sustentar nosso direito de abrir instituições de ensino confessionais, que reflitam a cosmovisão cristã. Queremos garantir que a comunidade religiosa possa exprimir-se sobre todos os assuntos importantes para a sociedade. (...)


[Grifo meu]

 Via Plano B.

As melhores coisas da vida não são coisas



Compartilhe amor. Multiplique vidas.

10 modos de se apontar um lápis para a glória de Deus











01. Aponte-o com alegria, pois você possui um lápis;
02. Aponte-o corretamente, pois você é mordomo do que o Senhor lhe deu;
03. Aponte-o de forma a não desperdiçar o restante do lápis;
04. Aponte-o cantando salmos, pois eles servem para todos os momentos;
05. Aponte-o de forma a ter uma ponta firme, durável e eficaz;
06. Aponte-o com gratidão, cuidando para que a ponta não venha a quebrar;
07. Aponte-o da melhor maneira, pois assim se deve agir com as coisas do Senhor;
08. Aponte-o com entendimento, afinal, o conhecimento é também um dom;
09. Aponte-o com louvor a Deus pelas pessoas que o fizeram;
10. Aponte-o na esperança de que o utilizará para as coisas do Reino.

Baseado em  2 Timóteo 3:16

Deus na África


Porquanto com amor eterno te amei, por isso com benignidade te atraí. 
(Jeremias 31:3)


Hoje, durante o curso de Nanotecnologia, o professor (doutor) Agenor Jácome* comentou sobre uma matéria que passou em algum jornal do SBT.
A reportagem era a respeito dos pastores de ovelhas da África, se não me engano '-'.

Vou contar o que entendi, ok?


Durante as viagens pelos locais específicos onde se encontram esses pastores, o carro da reportagem, acidentalmente, bateu e e matou uma ovelhinha que havia se afastado um pouco do rebanho. O dono, um jovenzinho, o ver o que acontecera ao seu animal, caiu em prantos. Chorava compulsivamente.
O repórter atordoado prometeu pagar a ovelha. Mas ele não parava de chorar. Dizia que sua ovelhinha havia morrido. Se sentia responsável por ela, ela lhe pertencia, ele cuidava dela, dia e noite, gostava, a amava.
O jornalista, então, ofereceu dinheiro suficiente para comprar várias ovelhas, mas nada o consolava, continuava se banhando de lágrimas. Sua ovelha se fora.
Seu rebanho era a menina dos seus olhos, cada bichinho era específico, cada um era especial . Insubstituível.

Seria impossível não comparar a relação de Jesus, o Bom Pastor, como ele mesmo se intitula, para conosco.
A tristeza do jovem africano ao perder sua ovelha se assemelha com Cristo. "(...) O bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. (João 10:11)". 


Em Lucas 15 Jesus fala através de parábolas, sobre como o pastor procede.
Que homem dentre vós, tendo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa no deserto as noventa e nove, e não vai após a perdida até que venha a achá-la?

Nós somos as ovelhas. Quando nos perdemos, Cristo, com amor que só ele tem, vai atrás de nós e carrega-nos sobre seus ombros. Assim como o pai do filho pródigo (Lc 15: 11:32), abraça, alimenta-nos, "põe um anel no nosso dedo" e se alegra com os anjos no céu *-*

Deus cuida de nós. Ele enviou Seu único Filho, para crermos nele e alcançar a vida eterna (João 3:16).
Ele nos ama. Infinitamente mais que o pastorzinho africano ama sua ovelha.
Ele deu sua vida por nós.



Ninguém tem maior amor do que este, de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.

(João 15:13-14)



E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão. 

(João 10:28)








*Que Papai continue abençoando-o, ele é uma bênção para nós mortais (alunos) *-*

A casa queimada





Um certo homem saiu em uma viagem de avião. Era um homem temente a Deus, e sabia que Deus o protegeria. Durante a viagem, quando sobrevoavam o mar um dos motores falhou e o piloto teve que fazer um pouso forçado no oceano.

Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada.

Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu a Deus por este livramento maravilhoso da morte. Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas. Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço construiu uma casinha para ele.

Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu a Deus, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.

Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim, com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca.

Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual tamanha não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada. Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:

- Deus! Como é que o Senhor podia deixar isto acontecer comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa para poder me abrigar, e o Senhor deixou minha casa se queimar por completo. Deus, o Senhor não tem compaixão de mim?

Neste mesmo momento uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:

- Vamos rapaz?

Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro todo fardado e dizendo:

- Vamos rapaz, nós viemos te buscar...

- Mas como é possível? Como vocês souberam que eu estava aqui?

- Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e me mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante.

Os dois entraram no barco e assim o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus queridos.



MORAL DA HISTÓRIA - Quantas vezes nossa "casa se queima" e nós gritamos como aquele homem gritou? Em Romanos 8:28 lemos que todas as coisa contribuem para o bem daqueles que amam a Deus. Às vezes, é muito difícil aceitar isto, mas é assim mesmo. É preciso crer e confiar! 

A História de Ian e Larissa



"O que é o principal em um casamento? Neste emocionante vídeo, Ian e Larissa encarnam a demonstração de que o casamento é primariamente uma questão de demonstrar o amor fiel entre Cristo e Sua Igreja. Que através deste vídeo você possa repensar seu (atual ou futuro) casamento" (Voltemos ao Evangelho).

(via Missão Federal)

A Bíblia é a Palavra de Deus ou de homens?

A Bíblia Responde





Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver.
2 Timóteo 3:16

Pois nenhuma mensagem profética veio da vontade humana, mas as pessoas eram guiadas pelo Espírito Santo quando anunciavam a mensagem que vinha de Deus.
2 Pedro 1:21 

Lembre-se de quem segura você

" (...) Muito bem. A fama se transforma em degraus de escada, e começamos a nos elevar. Livramo-nos da nossa pequenez, tiramos os óculos de Clark Kent e revestimo-nos com ares de Super-Homem. E nos esquecemos. Esquecemo-nos de quem nos trouxe até aqui. 

Nós nos comportamos como o carrapato na orelha do elefante. O animal gigante se separou da manada e atravessou uma ponte de madeira. A ponte, já gasta pelo uso, balançou e gemeu, mal suportando o peso. Quando chegaram do outro lado, o carrapato estufou o peito e disse: 'Rapaz, nós balançamos a ponte'.

Achamos que estamos balançando o mundo, quando na verdade estamos apenas curtindo o passeio.

Mas é preciso lembrar. 'Pensem no que vocês eram quando foram chamados' (I Coríntios 1:26). Lembre-se de quem segurou você no começo. Lembre-se de quem segura você hoje.

Moisés lembrou. Ele serviu como príncipe do Egito e libertador dos escravos, embora fosse 'um homem humilde, o mais humilde do mundo' (Números 12:3, NTLH). O apóstolo Paulo sabia se portar de forma humilde. Ele foi salvo por intermédio de uma visita pessoal de Jesus, que lhe concedeu uma visão do paraíso e a capacidade de ressuscitar do mortos. Mas quando se apresentava, dizia simplesmente: 'Eu, Paulo, servo de Deus' (Tito 1:1). João Batista era parente de sangue de Jesus e um dos evangelistas mais famosos da história. Mas é lembrado nas Escrituras como aquele que determinou: 'É necessário que Ele cresça e que eu diminua' (João 3:30).

E John Newton? Esse ex-comerciante de escravos serviu como ministro de 1764 até sua morte, em 1807. Foi confidente de líderes conhecidos tais como Hannah More e Willian Wilberforce. Suas centenas de hinos enchem as igrejas de música. Ainda no leito de morte o escritor do hino Amazing Grace [Maravilhosa Graça] disse estas palavras a um jovem ministro: 'Eu estou indo na frente, mas logo você vai vir atrás de mim. Quando você chegar, a nossa amizade, sem dúvida, fará com que você pergunte por mim. Mas já posso dizer-lhe aonde provavelmente vai me encontrar. Vou estar sentado aos pés do ladrão a quem Jesus salvou em seus últimos momentos na cruz'.

John Newton jamais esqueceu de quem o ergueu.

O maior exemplo dessa humildade não é nenhum outro senão Jesus Cristo. Quem tinha mais motivo para se vangloriar do que ele? No entanto, nunca o fez. Ele caminhou sobre as águas, mas nunca desfilou pela praia. Transformou um cesto em banquete, mas nunca pediu aplausos. Um libertador e um profeta vieram visitá-lo, mas ele nunca mencionou nomes em seu sermão. Bem que poderia. 'Um dia desses estava conversando com Moisés e Elias...'. Mas Jesus nunca bateu no peito. Ele se recusava até a fica com o crédito. 'Por mim mesmo, nada posso fazer' (João 5:30). Ele era totalmente dependente do Pai e do Espírito Santo. 'Consegui sozinho'? Jesus nuca disse essas palavras. Se ele não disse, como nos atrevemos a falar?


Podemos sentir muito orgulho, mas jamais nos humilhamos o suficiente. Que talento você está dando que Ele não lhe deu primeiro? Que verdade você está ensinando que Ele não ensinou primeiro? Você ama. Mas quem amou primeiro? Você serve. Mas quem serviu mais? O que você está fazendo por Deus que Ele não poderia fazer sozinho?

Quanta bondade da parte dEle em nos usar. Quanta sabedoria a nossa em nos lembrarmos disso.

Estêvão se lembrou. E, por ter se lembrado de Jesus, Jesus se lembrou dele. Enquanto seus acusadores pegavam as pedras, Estêvão olhou para Cristo. 'Estêvão, cheio do Espírito Santo, levantou os olhos para o céu e viu a glória de Deus, e Jesus em pé, à direita de Deus' (Atos 7:55).

Estêvão se levantou em nome de Cristo e, no fim, Cristo devolveu o favor."


Fonte: Faça a vida valer a pena; trecho do Cap. 11 Lembre-se de quem segura você; pág 143-145 - Max Lucado

Frase

Ter fé em Deus não é garantia de conforto, segurança e prosperidade nesta vida.



John Piper 

Abra sua porta, abra seu coração

"(...) Como eu queria ter ouvido uma voz humana, ter falado com uma pessoa de verdade, ter recebido um cumprimento humano. Só eu que acho, ou o contato humano está seguindo o mesmo caminho do leopardo-das-neves? Houve um tempo em que qualquer atividade estimulava o diálogo. No posto de gasolina, cumprimentava-se o atendente. Ao depositar um cheque no banco, conversava-se com o caixa sobre o tempo. Ao comprar um presente, falava-se com o vendedor. Agora não. Você pode pôr gasolina até com um cartão de crédito, fazer depósitos em caixas eletrônicos e comprar um presente pela internet. Você pode passar o dia inteiro fazendo negócios e nunca dizer olá.
Dizem que somos uma sociedade rápida, uma sociedade eficiente, mas não dizem que somos uma sociedade pessoal. A nossa sociedade está instalada no isolamento. Usamos fones de ouvido quando nos exercitamos. Comunicamo-nos via e-mail e mensagens de texto. Entramos e saímos de nossas casas com portas e portões automáticos. O nosso mantra é: 'Eu o deixo em paz e você me deixa em paz'. 

Mesmo assim, Deus deseja que seu povo seja ima exceção. Que deixe os outros seguirem o caminho dos computadores e teclados. Os filhos de Deus serão pessoas hospitaleiras.

Muito antes de ter púlpítos e batistérios, a igreja tinha cozinhas e mesas de jantar. 'Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração' (Atos 2:46). 'Todos os dias no templo e de casa em casa, não deixavam de ensinar e proclamar que Jesus é o Cristo' (Atos 5:42).

(...)"


Fonte: Faça a vida valer a pena; trecho do Cap. 6 Abra sua porta, abra seu coração; pág 76 e 77 - Max Lucado

~

Quem me conhece sabe que eu aprecio muito a arte da dança.
E mesmo não gostando do programa do Faustão eu fiquei curiosa e assisti o quadro Dança da Galera, onde duas cidades foram mobilizadas a dançar, uma dança simples (já é complicado fazer coreografia com 3 pessoas, imagina com mais de mil!).
Isso mesmo, mais de mil pessoas em cada cidade (cidades que não podem ser consideradas tão grandes assim). Foi um movimento enorme durante uma semana onde os responsáveis foram em escolas, rádio, TV, de casa em casa, de porta em porta, abordando cada pessoa na rua...
Além da diversão e alegria dos ensaios, da apresentação ainda houve um prêmio final, uma boa quantia em dinheiro que foi doada.

Eu me pergunto: cadê esse movimento para as Boas Novas? Cadê os cristãos fazendo esse movimento todo para pregar a Salvação?
É lamentável e eu não me excluo desse grupo...

O que aconteceu à igreja? Logo nos primeiros dias da igreja pode-se ver em Atos:
 "Pedro, porém, pondo-se em pé com os onze, levantou a sua voz, e disse-lhes: (...)"  -  Atos 2:14
"Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse:" - Atos 4:8

E ainda podemos encontrar expressões semelhantes em outros versículos.

Numa época onde você poderia ser preso, açoitado, apedrejado, degolado, crucificado se falasse algo que fosse contra a lei que os príncipes e sacerdotes pregavam, houveram homens que se puseram de pé e levantaram sua voz diante de multidões e dos que eram autoridades. Sabe por quê?

Porque eles falavam de Alguém que era, é e sempre será o maior: o Rei dos reis.
Porque não há valor que se compare entre a vida terrena e a vida eterna ao lado do Eterno.
Porque eles deixavam o Espírito Santo agir conforme Sua vontade na vida deles que  "[...] todos os que estavam assentados no conselho, fixando os olhos nele (Estevão), viram o seu rosto como o rosto de um anjo." (Atos 6:15).

"Por isso diz: Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá." - Efésios 5.14


Por outro lado, a pergunta é: se fossem cristãos batendo na porta de cada pessoa ou abordando alguém na rua para falar de Jesus, será que a maioria teria 1 minuto para ouvir?

Não! Afinal todos já conhecem Jesus, não é?! O homem que proporcionou feriados aos países onde a maioria se diz cristão. Natal, Páscoa ... E Deus, Deus é aquele a quem pedem quando precisam...
Bíblia? Aah, a Bíblia tem aquelas histórias lá de Moisés e o Mar, Noé e a Arca, Daniel e os Leões, Davi e Golias, Jesus ...
Além de outras razões, é muito triste saber que "igrejas" ditas evangélicas exaltam tanto a prosperidade financeira, o "eu" e a alegria passageira e acabam contaminando algumas igrejas e tentando ofuscar outras. Deixam cristãos desanimados e com algo mais para lutar e os não-cristãos com raiva e mais desprezo ainda pelos que pregam a Cristo.

Pessoas, vocês tem que entender que nós não queremos contar uma historinha a vocês. Não é uma fábula com uma moral no final. Não é a história de um simples homem que viveu, pregou o que achava correto e morreu.

O Deus Soberano e Governador do Universo que criou vocês do pó da terra veio aqui na terra em forma de um homem chamado Jesus que viveu sem pecados, morrer por cada um para que possamos estar ao Seu lado na Glória onde não há morte nem choro nem tristeza nem dor, mas Ele ressuscitou! Porque a morte não O pode deter! "Ao qual Deus ressuscitou, soltas as ânsias da morte, pois não era possível que fosse retido por ela" - Atos 2:24

A cruz está vazia! O túmulo está vazio! Aleluia!


O cristão que bate a sua porta numa tarde de domingo e lhe entregam um simples folheto, o que lhe diz: "Deus te abençoe!" ou "Jesus te ama!", o que lhe convida a ir a igreja no domingo a noite ou o que tenta levar  as Boas Novas escrevendo em um blog se preocupam com a salvação da sua alma, com a sua eternidade... a Vida Eterna ou a Morte Eterna depois da morte do corpo.

Acreditem, nós estamos convidando você a participar de um movimento maior, de uma felicidade que não é passageira, uma festa maior, a conhecer o verdadeiro Amor, o nosso Deus vai voltar e vai nos levar para morar com Ele!
O fim está próximo e Ele só não voltou ainda porque quer salvar o maior número de pessoas!

"E, ouvindo eles isto, compungiram-se em seu coração, e perguntaram a Pedro e aos demais apóstolos: Que faremos, homens irmãos?
E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo;
Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.
E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. "

Atos 2:37-40


Que Deus tenha misericórdia de todos nós.

A prova cabal do Evolucionismo!


Vi no Loucos por Cristo.

Quem nos separará? - Banda Canal



Difícil encontrar um vídeo mais atual. (kkk) Escuto essa bela canção desde criança. *-*

"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?
Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.
Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir,
Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor. "

Romanos 8:35-39

None But Jesus - Hillsong

Adoração é modo de viver

"[...] Meu amigo, Pr. Luciano Duarte, sempre diz: 'Só há vida no culto, se houver culto na vida'. Nossa vida é o culto, nossa vida é o louvor, nossa vida é a adoração e a ação de graças. O Apóstolo Paulo escreveu: 'quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para glória de Deus' (I Coríntios 10.31) e tudo não exclui nada. De maneira alguma a música que cantamos no culto congregacional será tida como louvor ou adoração, se essa canção não estiver produzindo louvor e adoração em nosso coração no dia a dia. Por isso dizemos que a adoração deve ser um estilo de vida. Não é possível separar a vida e seus afazeres diários da vida de adoração; se não nos tornaremos pessoas normais, comuns, sem nada a oferecer a Deus. É a Ele que servimos e adoramos em toda nossa maneira de viver (I Pedro 1.15) [...]"


Adorai - Conforme a Excelência da Sua Grandeza
Pr. Deny Anderson da Costa

Team iLuminate





Muuuuuuuuuuuiiiito incrível!

Agnus Dei



Arrepie-se.

Resistência a antibióticos pode acabar com a medicina moderna




De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo está entrando em uma crise de resistência a antibióticos, que pode acabar com a medicina moderna.
Margaret Chan, diretora geral da OMS, alerta para o fato de que as bactérias estão ficando tão resistente aos antibióticos comuns, que isso poderia trazer nossa medicina a um ponto catastrófico. No fim, todo antibiótico pode se tornar inútil.
E estamos falando de medicamentos importantes para doenças como tuberculose, malária, infecções e HIV/AIDS. Nessa nova era pós-antibiótica, os medicamentos poderiam ficar mais caros e necessitar de períodos de tratamento mais longos para surtir o mesmo efeito do que os remédios antuais.
“Coisas comuns como uma garganta inflamada ou um machucado no joelho de uma criança podem voltar a matar. Nós estamos perdendo nossos melhores antibióticos”, afirma Chan. “Os tratamentos de substituição são mais caros, mais tóxicos e precisam de durações maiores. Para pacientes com doenças resistentes a medicamentos, a mortalidade pode subir em até 50%”.
De acordo com a organização, o culpado é o uso errado dos antibióticos, que não são prescritos de maneira certa e usados muito frequentemente e por muito tempo. 


Por isso, meus caros, meus (poucos) conhecimentos como estudante de Biomedicina me permitem dar algumas dicas:
1. Não tome antibióticos por conta própria. Você não sabe qual tipo de bactéria está lhe infectando. Tomar um remédio de amplo espectro, por exemplo, é totalmente desnecessário quando a invasão não é tão profunda.
2. Consulte um médico. Na verdade, não confio muito em médicos. Alguns deles sequer olham pra o paciente e acabam receitando Amoxilina pra qualquer coisa. Mesmo assim, quem sabe, né? 
3. Não guarde o que sobrou para "usar na próxima". Primeiro, pelo primeiro item listado. Segundo: pode passar do prazo de validade e não surtir um efeito desejável.
4. Respeite o tratamento preestabelecido pelo profissional de saúde. Se disserem pra tomar o  medicamento 2 vezes ao dia, durante 7 dias, obedeça. Não importa se os sintomas cessaram. Interromper o tratamento pode causar resistência e piorar futuras infecções.
Só :)

Pra você que perdeu a fé

Eu sou Éfeso



É preciso voltar. Voltar onde se tropeçou. Voltar onde se tropeçou e caiu. É fundamental reconhecer e clamar pelo perdão de Deus para então recomeçar. Essa semana eu ouvi uma palavra dura sobre “recomeçar”.

Re-começar. Começar mais uma vez. E a gente só começa algo de novo quando o que antes fazíamos era errado e precisava de um conserto, que pode ser o fim para um renascimento. É o processo natural das coisas: recomeçar é romper com o errado e fazer o que é certo. Ênfase no “processo”. Pode durar anos ou dias. Eu pensei muito no que eu escreveria aqui pra recomeçar o ano, depois de um longo período de férias, e decidi que preciso falar sobre aquilo que vivi, pra que seja com exatidão.

Não se culpe se estiver cansado da caminhada, embora as esperanças tenham sido renovadas na virada do ano. Não se culpe se começou um relacionamento totalmente errado e agora dói em você ter que abrir mão pra então, recomeçar mais forte e santo. Você pode até ter pecado. Há uma solução. Há um recomeço. Há alguém que lhe dá a esperança, que ressurgiu mesmo depois de morto.

(...) Mas o pecado reside em mim, é materializado na minha rotina como a água que transparece num corpo de alguém que se exercita, como pequenas gotas. E se você se esforçar mais, o que era apenas “pequenas gotas”, pode lhe molhar o corpo inteiro. Com o pecado também é assim… Pode parecer gota, mas pode inundar se você insistir em caminhar na direção dele.

Encontrei muitas pessoas nesses dias que me edificaram com seus testemunhos e bênçãos que receberam através desse site. Pensei na Bruna de antes e na Bruna de agora. Quantas gotas inundaram meu corpo em tão pouco tempo. Corri para a presença de Deus porque o pecado estava me afogando. Encontrei graça no tempo oportuno e trouxe à memória aquilo que pode me dar esperança: existe um recomeço.

É sempre tempo de recomeçar. A palavra de Deus, no livro de Apocalipse, repreende a igreja de Éfeso porque, embora com muitas obras, estava sem o primeiro amor. Aquele amor que te faz desejar a presença de Deus o tempo todo, te faz cantar e orar, te incita a congregar com seus irmãos. Nós somos como Éfeso. Eu sou Éfeso. Posso apresentar obras, mas abandonei o primeiro amor. Mas eu compreendi que pela graça redentora, há uma chance de olhar pra trás, ver e sintetizar o erro e então recomeçar. Pode demorar muito tempo ou em uma semana. Você descobre mesmo se uma pessoa mudou, quando ela passa a apresentar frutos na sua e na vida dos outros.

Você pode ter todos os motivos pra querer desistir. Pode estar intoxicado de falsas doutrinas que te asseguram apenas a bondade de Deus. Mas há uma razão pra recomeçar: existe uma vida além dessa. Para os cansados, um descanso. Para os famintos, a fartura. Para os que choram, o consolo. Descanso, comida e consolo eternos. Existe uma razão pra tentar mais uma vez aquilo que já não faz mais sentido: a glória que há de se revelar. A esperança de vida eterna. Por mais que seja dolorido, inclusive escrever sobre isso quando é o que se vive. Mas a promessa que existe é que ele venceu e que nós também venceríamos. Por mais dolorido, cansativo e choroso que seja esse caminho. Se olharmos a diante, vemos a vitória.

Hoje, minha oração é que não sejamos igreja de Éfeso. Que não percamos o amor das primeiras obras e a certeza de que nossos frutos resultarão na eternidade. E que nossa vida seja um re-começo. Levantar, “sacodir a poeira”, recomeçar. É possível. A morte não terá a última palavra: Cristo recomeçou.

“Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. De maneira que em nós opera a morte, mas em vocês, a vida”. (II Co 4.8 ao 12).

Que Jesus te abençoe!
@Brunavichi


Tirado do endereço que consta na imagem ;)

true story

Dica do meu Igro (sim, "gro") :B

A gente - Banda Resgate


A gente não tem teologia
A gente não tem explicação
A gente muda a teoria
A gente não tem tradição
A gente já foi cabeludo
A gente já cantou em coral
A gente agora é barrigudo
Mas até que a gente não ta mal
A gente já salvou pinguço
A gente já salvou ateu
A gente já pregou pra crente
Mas ele não se converteu
A gente confundiu o diabo
A gente já tocou louvor
A gente já pagou o preço
A gente sabe o que é o amor
É que a gente serve a Deus!
A gente já fez coisa louca
Que nenhum fariseu topou
Um pouco a gente fez de tudo
A gente nunca se cansou
A gente Renasceu pra Cristo
A gente topa o que vier
A gente falta um parafuso
A gente quer o que Deus quer
A gente foi condecorado
A gente já ganhou troféu
A gente já dormiu em berçário
A gente foi refém no hotel
A gente ama um desafio
A gente topa qualquer um
A gente já armou barraco
No hotel do Reverendo Moon
É que a gente serve a Deus!
A gente já deu automóvel
A gente já ficou a pé
A gente prosperou por isso
A gente nunca foi mané
A gente já abriu igreja
A gente já fechou bordel
A gente já comprou cinema
Um dia a gente vai pro céu
A gente já tocou mais baixo
A gente já cantou em inglês
A gente coração é limpo
A gente chora toda vez
A gente já fez tanta coisa
A gente nunca se sentiu
A gente levantou uma torre
A gente vai ganhar o Brasil
É que a gente serve a Deus!

O que fazemos para que Deus nos ame?

O que fazemos para que Deus nos ame? O mesmo que nós fazemos para receber a luz do Sol. Nada! Nenhum de nós precisa acender o Sol todas as manhãs. Quando acordamos, ele já está lá. Nenhum de nós precisa pPagar à companhia de eletricidade para desfrutar do calor e da luz do Sol. Nós tão somente nascemos num planeta que orbita ao redor desse astro. Assim também é o amor de Deus, não fizemos nada para merecê-lo.
O amor de Deus de certa forma atinge a todos. Afinal, como Jesus disse, o Pai“faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos”(Mt. 5:45). Contudo, se usarmos a figura do sistema solar, veremos que nem todo planeta que orbita em torno do Sol recebe luz e calor suficiente para que haja vida humana. Da mesma forma, assim como todos são atingidos pelo amor de Deus, nem todos estão na órbita certa para que haja vida.
Então fica a pergunta: Qual é a posição certa, a localização exata, para que o amor de Deus produza vida em nós? Segundo Jo. 3:16, vemos que Deus amou o mundo, mas são os que creem que recebem a vida eterna. Portanto, a posição certa é a fé.
Em Hb. 3:12 já somos alertados a não deixarmos que um coração de incredulidade nos afaste do Deus vivo, ou seja, nos tire da órbita certa. E como nos manter na posição de fé? O versículo seguinte nos responde: “Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado” (Hb. 3:13).
Para nos mantermos no lugar de fé, há algo indispensável: precisamos da exortação mútua. Em outras palavras, precisamos não apenas de convívio, mas de relacionamento profundo com nossos irmãos. Nossa comunhão com nossos irmãos deve se expressar na consideração mútua, no estímulo, nas admoestações (Hb. 10:24,25), no levar as cargas uns dos outros (Gl. 6:2), na confissão de nossos pecados uns aos outros (Tg. 5:16). Tudo isso só é possível quando há, para além do convívio, sinceridade, transparência, honestidade, profundidade em falar de si mesmo e em tratar da vida de seus irmãos. O convívio promove o ambiente para isso, mas se não houver corações profundos, esse ambiente não produzirá nada.
Por isso, decida orbitar ao alcance do amor de Deus, desfrutando da vida que Ele tem para você. Para isso, desfrute do relacionamento com a Igreja, o Corpo de Cristo. Decida viver com profundidade. Decida viver no Melhor Lugar do Mundo, que é o lugar onde Jesus está: “onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles” (Mt. 18:20).

Via Conexão Eclésia.

Inocente

Quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.
João 8:12






A mulher fica no meio do círculo. Aqueles homens à sua volta são líderes religiosos. Fariseus, como são chamados. Os que se autodenominam guardiães da conduta. E o outro homem — o que usa roupas simples, o que está sentado no chão, o que está olhando o rosto da mulher —, esse é Jesus.

Jesus vinha ensinando. A mulher vinha traindo. E os fariseus estão decididos a deter os dois.

"Mestre, esta mulher foi apanhada no ato de adultério" (João 8:4). Em um instante, ela é arrancada de uma paixão particular e exposta ao espetáculo público. Nada pode esconder sua vergonha. Daquele momento em diante, ela será conhecida como uma adúltera. Quando ela for ao mercado, as mulheres irão cochichar. Quando ela passar, as pessoas vão virar o rosto.

"E, na lei, nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes?" (v. 5)

O que Jesus faz? Jesus escreve na areia. E, depois de escrever, ele diz: "Aquele que dentre vós está sem pecado seja o primeiro que atire a pedra contra ela" (v. 7)

A jovem olha para os velhos. Os velhos examinam o próprio coração. Eles são os primeiros a soltar as pedras.

"Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?"
"E ela disse: Ninguém, Senhor."
"E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te e não peques mais" (vs 10, 11)

Se você já se perguntou como Deus reage quando você falha, observe com cuidado. Ele está escrevendo. Está deixando uma mensagem. Não na areia, mas numa cruz. A mensagem de Deus tem uma única palavra: inocente.



Terri Gibbs.

Leitura Bíblica

"As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;
Novas são cada manhã; grande é a Tua fidelidade.
A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto esperarei nEle.
Bom é o Senhor para os que esperam por Ele, para a alma que O busca.
Bom é ter esperança, e aguardar em silêncio a salvação do Senhor.
Bom é para o homem suportar o jugo na sua mocidade.
Assente-se solitário e fique em silêncio; porquanto Deus o pôs sobre ele.
Ponha a sua boca no pó; talvez ainda haja esperança.
Dê a sua face ao que o fere; farte-se de afronta.
Pois o Senhor não rejeitará para sempre." 


Lamentações 3:22-31

-

Dr. Chestter

Aí, galeres!

Divulgando aqui pra vocês o Dr. Chestter! xD

"Dr. Chestter é uma empresa voltada para o campo informativo. A qual através de estudos, pesquisa, e análises, têm a finalidade de melhorar a saúde, o estilo de vida, e discutir sobre os demais variados temas relacionados. Sempre atualizada, contextualizada, e dê um jeito que o leitor se sinta a vontade. A DrC está aqui para ser a ponte entre você e o conhecimento. Conte suas experiências, tire suas dúvidas. Tire a bunda da cadeira e ponha em prática a verdade sobre alimentação, sexo, filhos, pais, seu trabalho, seus estudos, atualidades, e tudo quanto mais seu estilo de vida pedir!"


Simbora! u_u

http://drchestter.blogspot.com/

Por causa do Amor

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16)


Você faria o que Jesus fez? Ele trocou um castelo impecável por uma estrebaria suja. Trocou a adoração dos anjos pela companhia de assassinos. Poderia segurar o universo na palma de suas mãos, mas renunciou a isso para flutuar no ventre de uma virgem.
Se fosse Deus, você dormiria na palha, mamaria no seio de uma mulher e usaria fralda? Eu não, mas foi o que Cristo fez.
Se você soubesse que aqueles  a quem amou debochariam na sua cara, você ainda se importaria? Cristo se importou.
Ele se humilhou. Deixou de dar ordens a anjos para  dormir na palha. De segurar as estrelas para agarrar o dedo de Maria. A palma da mão que sustentava o universo recebeu o cravo de um soldado.
Por quê? Porque isso é o  que o amor faz. O amor põe o ser amado acima de si mesmo.
O amor aguenta a parada até o fim... e Cristo deixou a eternidade sem fim para  se limitar ao tempo, para se tornar um de nós. Ele não precisava. Poderia ter desistido. A qualquer momento ao longo do caminho, ele poderia ter dado o assunto por encerrado.
Quando viu o tamanho do ventre, ele poderia ter desistido.
Quando viu como sua mão poderia ser pequena, como sua voz poderia ser fraca, como sua barriga poderia ter fome, ele poderia ter desistido. Ao sentir o cheiro fétido da estrebaria pela primeira vez, na primeira brisa de ar frio. Na primeira vez em que arranhou o joelho e assoou o nariz ou provou biscoitos queimados, ele poderia ter virado as costas e ido embora.
Quando ele viu o chão sujo de sua casa em Nazaré. Quando José lhe deu uma tarefa para fazer. Quando seus colegas de escola cochilavam durante a leitura da Torá, a sua Torá. A qualquer momento, Jesus poderia ter dito: "Pronto! Chega! Estou indo pra casa." Mas ele não o fez.
Ele não o fez, porque ele é amor.




3:16, pág. 119-120, Max Lucado.

Sepulcro caiado



Do nosso amigo Hugo Otávio, que ainda me chama de Chefinha  xD


Pare de complicar.

Deus:

Sussurra através da bondade de um avô ou avó, grita através de um tsunami.
Através de um enterro, ele adverte: "A vida é frágil." Através de uma doença, ele lembra: "Os dias estão contados." Deus pode falar por meio da natureza ou do cuidado, da majestade ou do contratempo. Mas, por meio de todos e a todos, ele faz o convite: "Venha desfrutar de mim para sempre."




De 3:16, p. 81. Max Lucado.
Em breve trarei mais trechos do livro. É extraordinário, todo ser humano precisa lê-lo.